O Brasil ganha um Hino à Negritude

A Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados aprovou a oficialização do Hino à Negritude, que foi apresentado pela primeira vez no Congresso há 42 anos. Antes de ser promulgada, a lei que institui o hino será submetida à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, onde não deverá enfrentar resistência.

Conheça a obra do poeta e professor Eduardo de Oliveira:

Hino à Negritude (Cântico à Africanidade Brasileira)

I
Sob o céu cor de anil das Américas
Hoje se ergue um soberbo perfil
É uma imagem de luz
Que em verdade traduz
A história do negro no Brasil
Este povo em passadas intrépidas
Entre os povos valentes se impôs
Com a fúria dos leões
Rebentando grilhões
Aos tiranos se contrapôs
Ergue a tocha no alto da glória
Quem, herói, nos combates, se fez
Pois que as páginas da História
São galardões aos negros de altivez
(bis)

II
Levantado no topo dos séculos
Mil batalhas viris sustentou
Este povo imortal
Que não encontra rival
Na trilha que o amor lhe destinou
Belo e forte na tez cor de ébano
Só lutando se sente feliz
Brasileiro de escol
Luta de sol a solenidades
Para o bem de nosso país
Ergue a tocha no alto da glória
Quem, herói, nos combates, se fez
Pois que as páginas da História
São galardões aos negros de altivez
(bis)

III
Dos Palmares os feitos históricos
São exemplos da eterna lição
Que no solo Tupi
Nos legara Zumbi
Sonhando com a libertação
Sendo filho também da Mãe-África
Arunda dos deuses da paz
No Brasil, este Axé
Que nos mantém de pé
Vem da força dos Orixás
Ergue a tocha no alto da glória
Quem, herói, nos combates, se fez
Pois que as páginas da História
São galardões aos negros de altivez
(bis)

IV
Que saibamos guardar estes símbolos
De um passado de heróico labor
todos numa só voz
Bradam nossos avós
Viver é lutar com destemor
Para frente marchemos impávidos
Que a vitória nos há de sorrir
Cidadãs, cidadãos
Somos todos irmãos
Conquistando o melhor por vir
Ergue a tocha no alto da glória
Quem, herói, nos combates, se fez
Pois que as páginas da História
São Galardões aos negros de altivez.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://sapatariadf.wordpress.com/2008/10/22/hino-a-negritude/trackback/

RSS feed for comments on this post.

4 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Gostaria de receber a música completa para completar a letra.
    Atte
    Felipe

    • Venho por meio deste respeitosamente, solicitar desta conceituada entidade solitar o hino a negritude.

      Atenciosamente
      adailton

  2. gostaria de receber o arquivo de audio para um trabalho da consciência negra.
    obrigado
    Prof. Silvio

  3. gostaria de receber o arquivo de audio para Ultilizar na semana da consciência negra no municipio de Paço do Lumiar Maranhão e se possivel outras pubicações neste endereço Av. 12 qd 110,casa 31 Conjunto maiobão Cep. 65.137 – 000 Paço do Lumiar Maranhão em nome de Jose adailton Silva assessor de Politicas de Promoção da Igualdade Racial e de Politicas da Diversidade Sexual de Paço do Lumiar Maranhão – Secretaria Municipal de Desenvolvimento social -98 – 3274 44 40
    obrigado

    Jose Adailton Silva


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: