TEIA Brasília 2008: Direitos Humanos – iguais na diferença

Para mais informações, clique aqui.

Entre os dias 12 e 16 de novembro de 2008, Brasília será ocupada por diferentes ritmos e cores. A capital do país, durante a semana em que se comemora a proclamação da república será a sede do terceiro encontro nacional dos Pontos de Cultura, que integra o programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura, a TEIA 2008, o maior encontro da diversidade cultural brasileira. Mais de 800 representantes e centenas de artistas e ativistas culturais de todas as regiões do país se reunirão na Esplanada dos Ministérios em Fórum, Seminários e Mostra Artística. Um encontro de reflexão e encantamento.Já realizada nas cidades de São Paulo, em 2006, e Belo Horizonte, em 2007, a TEIA 2008 apresenta um importante diferencial: a elaboração e execução articulada pela Comissão Nacional dos Pontos de Cultura (CNPC), formada por representantes eleitos pelos próprios Pontos de Cultura. O destaque desta edição vai para o segundo Fórum Nacional dos Pontos de Cultura (FNPC), que será realizado no Auditório do Museu da República e reunirá representantes dos fóruns estaduais, das ações nacionais, além das áreas temáticas e redes que compõem o programa Cultura Viva.

Reconhecido como a instância política dos Pontos de Cultura, o fórum foi criado na TEIA 2007. Formado por representantes dos mais de 800 Pontos presentes em todo o país, o fórum da TEIA 2008 tem como principais objetivos fortalecer o Sistema Nacional de Cultura, consolidar a TEIA como espaço político-cultural dos Pontos de Cultura, fomentar a construção de marcos legais que reconheçam a autonomia e o protagonismo cultural do povo brasileiro e debater os avanços e desafios na gestão compartilhada do programa Cultura Viva.

60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

A cada edição da Teia é definido um tema. Na primeira, em 2006, realizada no Pavilhão da Bienal de São Paulo, o lema foi “Venha se ver e ser visto”. O objetivo era ocupar o principal espaço das artes no Brasil. “Teve o efeito do choque, da quebra de hierarquias na cultura e marcou o início da construção de novas legitimidades”, observa Célio Turino, secretário de Programas e Projetos Culturais do Ministério da Cultura. Em 2007, na capital mineira, o mote foi “Tudo de Todos”, na pauta dos debates, a construção de uma cultura comum e a integração entre Educação, Cultura e Comunidade. Com o tema “Iguais na diferença”, a TEIA 2008 celebra os 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Seminários, vivências e uma ampla agenda de apresentações artísticas, coordenadas pelos Pontos, também fazem parte da programação da TEIA 2008. Está previsto para o dia 15 de novembro um cortejo rumo à Praça dos Três Poderes para uma “re-proclamação da república através da cultura”. A programação cultural se concentrará no Complexo Cultural da República, estendendo-se por toda a Esplanada dos Ministérios, com programações inclusive em pontos históricos e simbólicos da cultura nacional como o Teatro Nacional e o Espaço Cultural da Funarte.

A mostra artistica será composta por dezenas de espetáculos musicais, teatrais e de dança em diferentes espaços, Teatro Nacional Cláudio Santoro (Sala Villa-Lobos), Canteiro Central da Esplanada, nos palcos: Iguais na Diferença e Mestre Salustiano, Complexo Cultural da Funarte. A idéia é promover a interação entre artistas consagrados e a produção dos pontos de cultura. Também na grade de programação, a

Mostra da produção audiovisual dos Pontos de Cultura, na Sala Martins Penna e com projeções na Cúpula do Museu da República.

O que são Pontos de Cultura?

Pontos de cultura são iniciativas desenvolvidas pela sociedade civil, conveniadas com o Ministério da Cultura (MinC), selecionadas por meio de por editais públicos. Atualmente, são mais de 800 Pontos de Cultura espalhados pelo país. O programa do MinC decidiu criar mecanismos de articulação entre os diversos Pontos, as Redes de Pontos de Cultura e os Pontões de Cultura.

Apesar de não apresentar um modelo único de instalações físicas, nem de programação ou atividade, um aspecto é comum a todos: a transversalidade da cultura e a gestão compartilhada entre poder público e a comunidade. Para se tornar um Ponto de Cultura é preciso participar da seleção por meio de edital público, coordenado pela Secretaria de Programas e Projetos Culturais do MinC.

Anúncios
Published in: on 10/11/2008 at 23:04  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://sapatariadf.wordpress.com/2008/11/10/teia-brasilia-2008-direitos-humanos-iguais-na-diferenca/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: