Vereadora transexual toma posse vestida de rosa

Do portal CEN Brasil.

leo-kretSALVADOR – Vereadora do Partido Republicano, a transexual Léo Kret do Brasil tomou posse na Câmara da capital baiana cumprindo a promessa que havia feito aos seus eleitores: ir vestida de roupas da cor rosa.

– Essa é uma homenagem minha para a cidade de Salvador. Quero mostrar a todos que sou transexual e respeitada – afirmou. O modelo escolhido foi um terninho e sapato bico. – Estou chique, hem? É preciso estar elegante em um dia tão importante como esse.

Léo Kret revelou que uma das prioridades durante o governo será dada para comunidade Gay de Salvador.

– Fui eleita pelo povo e vou lutar pelos LGBTs. Tenho um compromisso especial com quem tanto me apoiou para que eu pudesse chegar à Câmara de Vereadores e desempenhar minhas funções. Quero acabar com a homofobia e o preconceito – disse.

Durante a campanha, a vereadora afirmou ter sofrido atos de discriminação social, por mais que se sinta respeitada dentro de seu novo ambiente de trabalho.

– Na campanha sofri muito. O preconceito infelizmente ainda existe. Aqui dentro não vejo isso. As pessoas me olham com seriedade.

Batizada como Alessandro Sousa Santos, a vereadora luta ainda para oficializar a mudança de nome.

– Minha identidade social é feminina. Não vejo porque não assinar como Leo Kret do Brasil.

Fonte : JB Online

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://sapatariadf.wordpress.com/2009/01/02/vereadora-transexual-toma-posse-vestida-de-rosa/trackback/

RSS feed for comments on this post.

3 ComentáriosDeixe um comentário

  1. De fato é maravilhoso termos uma vereadora transexual que, esperamos, lutará pelos direitos LGBT (ao contrário do ‘querido’ Clodovil – e que também está no PR).

    O problema é que ninguém questiona a relação da candidata com o partido pelo qual foi eleita. O PR é um dos responsáveis pela grande resistência pela aprovação da descriminalização do aborto, tirando o fato de que inúmeros candidatos deste partido possuem envolvimento comprovado no “Mensalão” e outros “movimentos” de corrupção do país. Fico me perguntando o porquê da aceitação deste partido à proposta da candidata, visto que é um dos responsáveis pela composição da bancada evangélica da Câmara e resistente combatente das causas propostas por Léo Kret.

    • Oi Mayra,
      ao contrário do que você disse, a candidatura de Léo Kret foi muito questionada por conta do partido pelo qual concorreu. No entanto, o trabalho de base, as propostas e intenções dela conseguiram convencer o eleitorado tornando-a a ÚNICA vereadora entre dezenas de candidatxs LGBTs que concorreram às câmaras de vereadorxs em todo o Brasil. Recomendaria que você procurasse um texto de Luiz Mott no jornal baiano A Tarde, sob o título “A Vereadora Dançarina”. É mais uma das críticas, esta posterior à sua posse.
      Obrigada pela sua visita e volte sempre! Abraças!

  2. Poxa, falha minha não saber do texto do Mott, procurarei agora para ler. 😉
    Coloquei esta questão porque quando vi esta notícia joguei no Google o nome da vereadora e apareceram somente notícias sobre a vitória, enfim, nada muito ‘questionador’ mesmo. Mas bom saber que o Google me escondeu muita coisa! Rs. Abs! Mayra


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: