Flip tem 1ª Conversa Lésbica Literária com editora de livros GLBTs

A Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) traz para esta edição um evento inédito no próximo sábado, 4 de julho, que tem como foco as produções editoriais GLBTs.

É a 1ª Conversa Lésbica Literária de Paraty, idealizada por Laura Bacellar, diretora da única editora especializada em livros para mulheres que amam mulheres, a Malagueta.

Direto de Paraty, Bacellar adiantou para o G Online alguns assuntos que serão abordados no bate-papo, que também contará com as escritoras Karina Dias, Mariana Cortez e Lúcia Facco. Falou também sobre a situação do mercado literário GLBT e ainda como está o clima de Paraty durante a maior festa literária do país, que vai até o próximo domingo, dia 5 de julho.

A 1ª Conversa Lésbica Literária de Paraty faz parte da programação Off Flip, que conta com eventos paralelos à Flip. Na programação principal, o evento traz mesas de debates com Chico Buarque, Gay Talese, Milton Hatoun, Zuenir Ventura, entre outros.

Confira o bate-papo:

O que está programando para essa 1ª Conversa Lésbica Literária de Paraty?

Nós queremos falar do que é Literatura Lésbica, por que precisamos escrever sobre isso, quais são nossos planos. Todas nós – Karina Dias, Mariana Cortez, Lucia Facco e eu, acreditamos que temos um modo específico de amar e ver a vida, e que a cultura em geral não demonstra isso. Nos vinte e cinco mil títulos novos publicados no Brasil todos os anos, quantos são de temática Lésbica? Se pouquíssimos são Gays, imagine só quantas obras mostram como é a vida das mulheres Homossexuais? Como quase nenhum filme, série de tv, anúncio, foto, revista, etc . Somos quase que totalmente invisíveis.

Daria para adiantar sobre o que vai falar à respeito da falta de uma revista Lésbica no mercado?

Falta tudo no mercado dirigido a Lésbicas, inclusive uma revista. Chega a ser absurdo que haja quatro publicações Gays e nenhuma Lésbica. Nenhumazinha! Caramba, por que isso? Será que os empresários e empresárias que se arriscam na cultura não percebem que 10% das mulheres são Lésbicas e que consomem de tudo como o resto da população?

Como avalia a representatividade de livros e temas GLBTs dentro do mercado literário de uma forma geral?

Fraca. Falta muito para as pessoas pertencentes a minorias sentirem-se representadas, presentes, com voz na nossa cultura. Há poucos livros e quase nada de imagens, exceto algumas poucas estereotipadas. De vez em quando aparece uma ou outra personalidade isolada, mas de jeito nenhum nossos variados jeitos de ser e ver o mundo são refletidos nas obras culturais. Em relação a Lésbicas chega a ser ridículo. Eu queria, por exemplo, uma ilustradora Lésbica profissional para os livros da Malagueta e não encontrei! Isso num mercado do tamanho do de São Paulo. As que existem não são assumidas, as que são assumidas não são profissionais, ou pelo menos foi essa a minha experiência. É um mundo a ser desbravado ainda o do mercado GLBT.

Qual é a importância de uma editora e escritores GLBTs estarem participando do Flip?

E a primeiríssima vez e nós estamos participando da OFF Flip, a leva de eventos paralelos à Festa Literária. Está um agito imenso, a cidade esta lotada, o show da Adriana Calcanhoto foi uma delícia, paira no ar, uma expectativa enorme por conta do Chico Buarque. E nós já fomos entrevistadas por alguns jornais, justamente porque essa iniciativa é muito pioneira. Acredito que estarmos aqui reflete a nossa vontade de nos mostrarmos. Nós somos todas muito assumidas – e também uma maior maturidade da sociedade para com a diversidade. A organização da OFF Flip foi muito simpática a nós. Recebeu nosso projeto sem problemas, assim como a pousada onde será feita a conversa. Estão sendo super receptivos, dando apoio mesmo. Acho que quando oferecemos uma oportunidade a maioria dos brasileiros mostra que são a favor da diversidade e demonstram respeito.

Serviço:
1a. Conversa Lésbica Literária de Paraty
OFF FLIP 2009 – Sábado, dia 4 de julho, a partir das 15h30
Onde: Pousada Villa Del Rey – Rua Cinco, 02, Portal de Paraty (próximo ao trevo de entrada da cidade)
http://gonline.uol.com.br/site/arquivos/estatico/gnews/gnews_noticia_22516.htm

Anúncios
Published in: on 03/07/2009 at 12:23  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://sapatariadf.wordpress.com/2009/07/03/flip-tem-1%c2%aa-conversa-lesbica-literaria-com-editora-de-livros-glbts/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: