Mãe perde guarda do filho em decisão polêmica

Mais casos polêmicos que impactam nas decisções das mulheres

Veículo: TV Globo/Jornal Nacional (republicada na Anadep)
Data: 22/07/2009
Estado: RJ
 
A promotora decidiu pedir a suspensão da guarda do bebê que ainda estava no ventre da mãe, uma jovem de 24 anos. O Conselho Tutelar diz que a moça, que já foi moradora de rua, bebia demais.
 
Uma jovem de 24 anos é considerada um caso raro na Justiça: ela perdeu a guarda de um filho antes mesmo de dar à luz. Os problemas começaram no ano passado, quando o juiz da Infância e Juventude de Nova Friburgo determinou que uma outra filha dela fosse recolhida a um abrigo.
 
O Conselho Tutelar diz que a moça, que já foi moradora de rua, bebia demais e vendia balas nos sinais de trânsito com a menina de 2 anos no colo. “Eu já bebi, sim, não vou mentir. Todo mundo bebe, mas eu não sou alcoólatra e vou fazer o exame de droga”. Logo depois, assistentes sociais descobriram que a jovem estava grávida.
 
A promotora decidiu pedir também a suspensão da guarda do bebê que ainda estava no ventre da mãe. “O Ministério Público requer que a suspensão seja no sentido de que a criança não receba alta médica até que venham estudos indicando se haveria a possibilidade de entrega do bebê à própria mãe ou a sua família extensa. Não havendo essas possibilidades, a colocação em família substituta através de adoção”, declarou Simone Gomes de Souza, promotora de Justiça. No dia 8 deste mês, assim que a criança nasceu, a mãe foi proibida de ver o bebê.
 
A ordem judicial previa também o envio da criança a uma nova família para ser adotada. A mãe buscou ajuda na Defensoria Pública, que apelou ao Tribunal de Justiça. Depois de 15 dias de separação, a mãe pôde reencontrar a filha. Ela teve autorização para visitar o abrigo da prefeitura onde está o bebê para amamentar a criança.
 
A defensoria quer provar agora que a jovem já tem condições de criar a criança. “A situação mudou. Ela agora tem um companheiro, que trabalha. Eles têm uma residência fixa”, explicou a defensora pública Renata Aparecida de Castro. “Ele não pode fazer isso comigo, porque eu sou mãe dela, sou um ser humano”. O juiz que deu a sentença não se manifestou sobre o caso.

Anúncios
Published in: on 27/07/2009 at 20:14  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://sapatariadf.wordpress.com/2009/07/27/mae-perde-guarda-do-filho-em-decisao-polemica/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: