FAZENDO GÊNERO: Diásporas, diversidade, deslocamento

Fazendo Gênero 2009

Período de inscrições

Lembramos que o prazo final para submissão de trabalho é 28 de fevereiro: http://www.fazendogenero9.ufsc.br/inscricoes para o 9º Seminário Internacional Fazendo Gênero 9, que acontecerá na Universidade Federal de Santa Catarina entre os dias 23 e 26 de agosto de 2010. Veja as orientações abaixo, caso ainda não tenha realizado sua inscrição:

O Fazendo Gênero 9, em 2010, terá seu foco central em temas que sugerem movimento tanto pela dispersão dos povos e culturas através de espaços geográficos quanto pelo desejo de realocações em espaços imaginados e pelo encontro com identidades plurais. Um evento que sugere assim três dimensões para se discutir algumas das mais significativas experiências dos sujeitos contemporâneos, em sua permanente demanda de cruzamento de fronteiras: Diásporas, Diversidades, Deslocamentos.

Cronograma

* 28 de fevereiro de 2010 – Encerramento do período de inscrições para Comunicação Oral e Pôster

* 15 de março de 2010 – Início das inscrições para a modalidade Ouvintes

* 31 de março – Encerramento das inscrições para a Mostra Audiovisual e para a Mostra de Fotografias

* Março de 2010 – Resultado dos trabalhos aprovados pel@s coordenador@s de ST; resultado do Pôsteres aprovados

* 30 de junho – entrega do texto completo da Comunicação Oral

Instruções Comunicação Oral

* Poderão apresentar trabalhos nos Simpósios Temáticos, sob a forma de Comunicação Oral, doutor@s, mestres, estudantes de pós-graduação e graduad@s;

* Cada inscrito poderá apresentar apenas 1 (um) trabalho em apenas 1 (um) Simpósio Temático. O inscrito deverá escolher 3 (três) Simpósios Temáticos na ordem de sua preferência. Caso não seja aceito no primeiro, seu trabalho será avaliado pel@s coordenador@s da segunda e posteriormente, caso necessário, de sua terceira opção;

* Confira a relação dos Simpósios Temáticos aprovados: http://www.fazendogenero9.ufsc.br/simposio/public

* Cada autor@ poderá inscrever apenas um trabalho, em uma das modalidades de apresentação (Comunicação Oral ou Pôster);

* A avaliação e aceite dos trabalhos de Comunicação Oral são da responsabilidade d@s coordenador@s de cada Simpósio Temático;

* São oferecidas 24 vagas por Simpósio Temático. Caso o Simpósio Temático não atinja o número mínimo participantes, poderá ser completado, pela comissão científica, com trabalhos excedentes em outros Simpósios Temáticos, que tiverem escolhido como segunda ou terceira opção estes Simpósios Temáticos. Se mesmo assim não atingir o mínimo de 20 participantes, o Simposio Temático será cancelado e os trabalhos inscritos serão enviados para as opções seguintes na ordem de escolha d@ autor@. Ficará a critério da Comissão Científica a eventual alocação de um trabalho que não tenha obtido prioridade em nenhum dos 3 STs sugeridos em outro Simpósio;

* É de responsabilidade d@s autor@s a apresentação da Comunicação Oral e o aviso aos coordenadores de ST de sua indisponibilidade de estar presente no evento, para permitir eventuais re-organizações dos simpósios temáticos Só serão incluídos na programação trabalhos cujos autor@s tiverem pago o valor de inscrição no prazo previsto. O certificado de apresentação será fornecido somente se o trabalho for apresentado pel@/s autor@/s, não sendo aceitas apresentações feitas por terceiros;

* Serão publicados posteriormente apenas os textos completos apresentados durante os Simpósios Temáticos;

* Não haverá devolução do valor de inscrição. Caso o trabalho não seja aceito, @ proponente estará automaticamente inscrit@ no evento na categoria ouvinte.

Trabalhos em co-autoria

* Os trabalhos em co-autoria devem observar as seguintes normas:

* Cada trabalho poderá ter até no máximo 2 (dois) co-autores, além do autor;

* @ autor@ identificará @/s co-autor@/s em seu formulário de inscrição, informando CPF e nome completo (para co-autor@/s estranngeir@/s, informar apenas o nome completo);

* O pagamento de cada inscrição deve ser feito individualmente;

* Caso @/s co-autor@/s submeta/m trabalho APENAS como co/autor@/s deverá/ão proceder com sua inscrição na modalidade OUVINTE, a partir do dia 15/03/2010;

* Não há possibilidade de apresentar o mesmo trabalho em mais de um ST;

* Apenas co-autor@s orientador@s poderão se inscrever em mais de um ST, desde que devidamente esclarecida a autoria principal do orientand@ e sua qualidade de orientador@.

Instruções Apresentação de Pôster

* Poderão se inscrever como expositores de pôster alun@s regularmente matriculad@s na graduação ou recém-graduad@s (de 2008 a 2010);

* Cada trabalho poderá ter até 2 (dois) co-autores, além do autor, sendo recomendad@ a co-autoria d@ orientador@. Além disso, no momento da submissão do resumo, deve constar o nome d@ professor@ orientador@ ou responsável (não é obrigatória a inscrição no evento d@ orientador@/professor@ responsável);

* Cada autor@ poderá inscrever apenas um trabalho, em uma das modalidades de apresentação (Comunicação Oral ou Pôster);

* Caso o trabalho seja aceito, o Pôster deverá, obrigatoriamente, ser fixado e retirado pel@ participante no dia e local definidos, sendo de responsabilidade d@ expositor@ verificar estas informações na página do evento;

* Os pôsteres não devem ser enviados e afixados por terceir@s. É fundamental a presença d@ autor@/expositor@ na apresentação de seu pôster e no evento como um todo e apenas trabalhos com prensença d@ autor@ serão aceitos para exposição no momento do evento. O Certificado de Apresentação de Pôster será entregue somente mediante a presença d@ autor@;

* Os resumos dos Pôsteres serão avaliados por uma Comissão Científica para fins de exposição no evento, sendo que deverão ter ligação com a temática do Seminário. Não haverá devolução do valor de inscrição. Caso o trabalho não seja recomendado, @ proponente terá sua inscrição automaticamente convertida para a categoria de ouvinte;

* As orientações sobre o formato do Pôster serão disponibilizadas posteriormente;

* A publicação dos resumos será posterior ao evento e serão publicados apenas os trabalhos que efetivamente tiverem sido expostos e apresentados.

O formulário de inscrição está disponível em: http://www.fazendogenero9.ufsc.br/pessoaevento/novo

Fazendo Gênero 9 – Diásporas, diversidades, deslocamentos

http://www.fazendogenero9.ufsc.br/

Copyright 2009 – Todos os direitos reservados

RESPOSTAS FRENTE À AIDS NO BRASIL: APRIMORANDO O DEBATE II

RESPOSTAS FRENTE À AIDS NO BRASIL: APRIMORANDO O DEBATE II
Prevenção das DST/AIDS: Novos Desafios
17 a 19 de agosto de 2009
Rio de Janeiro

ABIA estará realizando no Rio de Janeiro, de 17 a 19 de agosto de 2009, o seminário Prevenção das DST/AIDS: Novos Desafios dentro do projeto “Aprimorando o Debate II”, apoiado pelo Departamento de DST/Aids do Ministério da Saúde.  O seminário tem como objetivo criar um espaço de interlocução entre diversos setores que atuam na resposta a epidemia de AIDS no país e estimular sua integração. Esperamos com os debates refletir sobre as agendas atuais de enfrentamento a partir de diferentes perspectivas e apontar caminhos, idéias e sugestões que visem à efetividade e ampliação das ações.

Os interessados em participar devem se inscrever pelo telefone da ABIA (21) 2223-1040. Vagas limitadas!

O local ainda está por confirmar. Assim que o local seja confirmado nós divulgaremos no site de ABIA e através do correio eletrônico.

Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA)
Av. Presidente Vargas, 446/13º andar – Centro
Rio de Janeiro/RJ
Cep. 20071-907
Tel. 21 – 22231040
Endereço eletrônico: www.abiaids.org.br

Published in: on 17/08/2009 at 23:56  Deixe um comentário  
Tags: ,

Seminário Direitos das Mulheres Homoafetivas no Rio de Janeiro

29 de agosto – Dia Nacional da Visibilidade Lésbica

Sem orgulho não há visibilidade, vamos interagir!
O “Seminário Direitos das Mulheres Homoafetivas”, que ocorrerá no dia 29/8 de 9h às 18h no CEDIM, tem como objetivo a conscientização dos direitos para uma cidadania plena e digna das mulheres homoafetivas. O evento traz uma perspectiva de interação entre movimento social, academia e direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, com foco na realidade cotidiana. Os temas que serão abordados serão: Violências X Lei Maria da Penha e Diversidade Parental. 
No Brasil, não há nenhuma lei que garanta os direitos das mulheres homoafetivas e criminalize a prática homofóbica, impedindo a hegemonia jurídica e social em todo território nacional. A Lei Maria da Penha é uma exceção dentro desse cenário de injustiça, pois protege contra a violência doméstica das mulheres, independente de sua orientação sexual. Dessa forma a Lei 11340/2006 transformou-se em um marco, apesar de sua pouca visibilidade dentro dos conceitos heteronormativos que predominam em nossa sociedade machista, sexista e homofóbica. 
O Movimento D’ELLAS desempenha um importante papel de divulgação da lei e conscientização da sociedade brasileira, através da campanha TEM MULHERES NA PARADA!!!. O seminário “Direitos das Mulheres Homoafetivas” também auxiliará neste processo. O evento também abordará outro tema polêmico que vem, progressivamente, despertando interesse acadêmico e sendo muito debatido pela mídia: a diversidade parental. 
É com muito orgulho que nós mulheres homoafetivas, convidamos a todas as pessoas para este momento de DIREITOS DAS MUHERES HOMOAFETIVAS.
 
Serviço
Seminário: “Direitos das Mulheres Homoafetivas”
Data: 29/08/2009                               
Horário: 9h as 18h
Local: CEDIM – Rua Camerino, 51 – Centro – RJ    
        
·        Inscrições pela internet de 01 a 15 de agosto de 2009 – seminario@orgulho.org.
·        Não haverá ajuda de custo para transporte ou qualquer outra despesa.

Published in: on 03/08/2009 at 23:43  Deixe um comentário  
Tags: ,

Seminário “Saúde da Mulher: Que o Estado Garanta, Proteja e Promova, a ser realizado no dia 14 de Julho de 2009 no Rio de Janeiro

CONVITE_SEMINÁRIO_14-07

O Centro de Documentação e Informação Coisa de Mulher e o Grupo de Mulheres  Felipa de Sousa  convidam a todas e a todos para o   Seminário  “Saúde da Mulher: Que o Estado Garanta, Proteja e Promova,  a ser realizado no dia 14 de Julho de 2009,  ono CEDIM, das 18 às 21 horas. Estarão presentes à mesa representantes do movimento social de mulheres e gestoras públicas.

O Seminário segue  a orientação da RSMLAC e tem o seguinte objetivo:

*Interpelar o Estado para que este respeite, promova e garanta  a saúde e o direitos sexuais e reprodutivos como direitos humanos e direitos de cidadania.

Será conferido certificado às 60 primeiras pessoas que chegarem ao recinto.

1º Seminário Internacional Política de saúde e a epidemia da Aids. Determinantes sociais no Brasil e África do Sul

CONVITE:
1º Seminário Internacional Política de saúde e a epidemia da Aids. Determinantes sociais no Brasil e África do Sul – 17 de junho de 2009 – Anfiteatro do CCSA- UFPE. Realização: CNPQ/ DSS – UFPE/ Universidade de Cape Town – UCT/ Fórum de Mulheres de Pernambuco/ Articulação Aids de Pernambuco/ Rede Feminista de Saúde/ Gestos Soropositividade, Comunicação & Gênero.

Para avançar no conhecimento sobre essa questão no Brasil e na África do Sul, parte-se dos determinantes econômicos, políticos e sociais, procurando entender como são construídas respostas para uma epidemia como a Aids, e como se configuram as políticas de saúde nos dois países que, segundo nossa perspectiva, acabam por reforçar as desigualdades economicas, de gênero e de raça.

Importa discutir, na perspectiva dos/as pesquisadores envolvidos/as as determinações econômicas, políticas, sociais e éticas da epidemia de Aids, para além dos aspectos clínicos.

Uma epidemia como a Aids expõe a exploração e a opressão, decorrentes das relações capitalistas, no que se refere à cura ou a vivência com HIV que depende, em grande medida, da indústria farmacêutica. Revela, também, a manutenção da exploração e da opressão, decorrentes das relações patriarcais, na medida que a prevenção é associada à normatização e controle da sexualidade, pela igreja, pelo Estado ou pelas famílias.

O seminário articula universidade e movimentos sociais no enfrentamento à Aids, e em defesa do direito à saúde.

Esperamos contar com apresença de vocês!

Abraços

Solange Rocha

msolgrocha@gmail.com

skype: msolangegrocha

Published in: on 30/05/2009 at 10:56  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

DIVERSIDADE DOS SUJEITOS E IGUALDADE DE DIREITOS NO SUS

S E M I N Á R I O   N A C I O N A L

08 a 11 de MAIO de 2009

Objetivo Geral: Promover espaços de articulação entre movimentos
sociais, movimentos sociais e gestores públicos, fortalecendo as
políticas de saúde para redução das iniqüidades nos diferentes
contextos.

Objetivos Específicos:

·         Contribuir pela ampliação da consciência política a partir
do reconhecimento da determinação social em saúde e da diversidade dos
sujeitos, às quais estão voltadas às políticas de promoção de equidade
em saúde;

·         Contribuir para a implementação destas políticas no âmbito
dos estados e municípios envolvendo os gestores dos diversos setores
de governo;

·         Contribuir para o fortalecimento da sociedade civil e os
movimentos sociais que demandam por políticas voltadas para grupos
sociais excluídos;

·         Contribuir no estabelecimento de relações entre governo e
sociedade civil nas esferas de governos;

·         Contribuir para uma maior articulação entre gestores
públicos de saúde, direitos humanos e igualdade racial, bem como para
o desenvolvimento de ações intersetoriais que garantam a
universalidade do direito à saúde e o acesso ao SUS.

Participantes: Gestores e trabalhadores públicos federais, estaduais e
municipais provenientes do setor da saúde, direitos humanos e promoção
da igualdade racial, representantes de movimentos sociais ativistas
pelo direito à saúde das populações negra, LGBT, do campo e da
floresta, em situação de rua, ciganos e outras comunidades
tradicionais incluindo indígenas, quilombolas e outros.

Local: a definir

Brasília/DF

 DIVERSIDADE DOS SUJEITOS E IGUALDADE DE DIREITOS NO SUS

1º DIA – 08 DE MAIO DE 2009

HORÁRIO

                                            ATIVIDADE

14h00 – 17h00

16h30 – 17h00

18h00 – 19h00

19h00 -21h00

RECEPÇÃO E CREDENCIAMENTO

LANCHE

SOLENIDADE DE ABERTURA:

Presidência da República

Ministério da Saúde

Conselho Nacional de Saúde/CNS

Conselho Nacional de Secretários de Saúde – CONASS

Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde – CONASEMS

Representantes dos Movimentos Sociais: 5 (cinco) Léo Mendes

Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa/ SGEP

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Ministério do Meio Ambiente

Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial/SEPPIR

Secretaria de Promoção da Defesa dos Direitos Humanos

Secretaria Especial de Direitos Humanos/SEDH

Secretaria de Políticas para Mulheres/SPM

Presidente do. Senado Federal

Presidente da Câmara dos Deputados

Painel 1: Protagonismo dos Movimentos Sociais Organizados pelo Direito à Saúde

Coordenação: Antônio Alves de Souza (Secretario de Gestão Estratégica
e Participativa)

21h00

JANTAR

2º DIA – 9 DE MAIO DE 2009

08h30 – 12h00

Painel 2: As Políticas de Promoção da Equidade em Saúde para População
Negra ,  LGBT,   Campo e da Floresta e em Situação de Rua.

Ana Maria Costa (Diretora do Departamento de Gestão Participativa – SGEP\MS)

Representantes dos Comitês Técnicos (CTSPN, CTSPLGBT, Grupo da Terra,
Ciganos e PSR)

Coordenação: CONASS

DEBATE

12h30 – 14h00

ALMOÇO

OFICINA DOS GESTPORES e MOVIMENTOS SOCIAIS

OFICINA DOS GESTORES FEDERAIS, ESTADUAIS E MUNICIPAIS

14h00 – 16h00

16h300 – 18h00

19h00

20h00 – 22h00

Painel 3: O desafio permanente do processo de determinação social da
saúde: Gestores  e  Movimentos Sociais

Tema: Saúde: produção coletiva e patrimônio político – Gastão Wagner

Tema: A reforma sanitária inconclusa – Jairnilsom Paim

Tema: A importância da saúde na produção de bem estar – Sonia Fleury

Coordenação: Antônio Alves de Souza (Secretario de Gestão Estratégica
e Participativa)

DEBATE

Painel 4:  Compartilhando Experiências na implementação de iniciativas
voltadas ao enfrentamento das iniqüidades em saúde

Movimentos Sociais Organizados

Coordenação: a definir

DEBATE

A percepção de determinação social da saúde pelos sujeitos

Movimentos Sociais: – a definir

16h30 –18h00

Painel 4: Compartilhando Experiências na implementação de iniciativas
voltadas ao enfrentamento das iniqüidades em saúde: Gestores

 Serão apresentadas experiências de Secretarias Estaduais e Municipais
de Saúde. (a definir)

Coordenação: CONASEMS

DEBATE

3º DIA – 10 DE MAIO DE 2009

08h30 – 12h30

Oficinas: Movimentos Sociais

População Negra

Populações do Campo e da Floresta

População LGBT:

População em Situação de Rua

Povos Tradicionais

08h30 –10h00

10h30 –12h30

Painel 5: Gestão para reduzir  iniqüidades em saúde e produzir desenvolvimento.

Tema: Diagnóstico das iniqüidades e desigualdades no Brasil – Otaliba Libânio

Tema: Gestão e planejamento para a redução das desigualdades – Carmem Teixeira

Tema: Ferramentas de gestão para o território e municípios.  Elias Rassi

 Coordenação: DAGEP/SGEP/MS

Trabalhos de Grupo dirigido por Região

12h30

ALMOÇO

14h00 – 16h00

16h00 – 18h00

Plenária dos Movimentos Sociais

Coordenação:  a definir.

Plenária Conjunta: Apresentação das discussões das duas Oficinas:

Movimentos Sociais\Gestores

14h00 –16h00

Trabalhos de Grupo por Região\ Plenária dos Gestores para produção de
estratégias e articulações necessária para a implementação das
políticas

4º DIA – 11 DE MAIO DE 2009

08h30 – 11h00

11h00 – 12h00

12h00 – 13h00

13h00 – 14h00

Plenária Final:

Agenda de Compromissos

Apresentação e aprovação da Carta de Brasília

Avaliação e encerramento

14h00

ALMOÇO CELEBRATIVO

Published in: on 30/04/2009 at 14:20  Deixe um comentário  
Tags: , ,

VI Seminário LGBT no Congresso Nacional – 14 de maio

Câmara dos Deputados – Plenário das Comissões a confirmar

08.30 Abertura – Representante da Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT – Presidente da Comissão de Legislação Participativa (Câmara) – Presidenta da Comissão de Educação e Cultura (Câmara) – Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (Câmara) – Representante da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República – Yone Lindgren, Coordenadora Política da Articulação Brasileira de Lésbicas – Keila Simpson, Presidente da Articulação Nacional de Travestis e Transexuais – Toni Reis, Presidente da ABGLT

10.00 – Gustavo Venturi, Fundação Perseu Abramo – pesquisa sobre homofobia – Dra. Maria Berenice Dias – Situação LGBT no Judiciário – Cláudio Nascimento, Grupo Arco-íris, Campanha Não Homofobia 11.00 Projetos de Lei – Criminalização da Homofobia – PLC 122/2006 e Nome Social – PLC 072/2007 (Senadora Fátima Cleide) – União Estável P/L 4914/2009 (Deputado José Genoíno e Roberto Gonçale, OAB/RJ)

12.30 Manifestação no Gramado do Congresso Nacional, pedindo a criminalização da homofobia Promoção: Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT, ABGLT/Projeto Aliadas e CEPAC – Centro Paranaense da Cidadania Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados Comissão de Educação e Cultura Comissão de Direitos Humanos e Minorias Parceria: Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República Programa Nacional de DST/Aids do Ministério da Saúde Articulação Brasileira de Lésbicas Articulação Nacional de Travestis e Transexuais

14 horas, local a ser definido Lançamento do Plano Nacional de Promoção da Cidadania Direitos Humanos de LGBT Lançamento do Conselho Nacional LGBT Lançamento da 2ª Conferência Nacional LGBT

Organização: Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República

Published in: on 30/04/2009 at 14:17  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

Seminário em Manaus sobre Violência Doméstica

domestica1

Published in: on 21/04/2009 at 17:14  Comments (1)  
Tags: , ,

Informações sobre a Conferência Nacional de Segurança Pública

conseg

Seminário Enlaçando Sexualidades

O Seminário Enlaçando Sexualidades ( http://www.ses. uneb.br ) é o primeiro a ser realizado na UNEB no período de 28 a 31 de julho de 2009. É um projeto que visa reunir em encontros bienais profissionais das áreas de Educação, Saúde, Movimentos Sociais, Direitos Sexuais, Direitos Reprodutivos, professores pesquisadores, alunos de graduação e pós-graduação que estudam os aspectos ligados ao campo de gênero e sexualidades, bem como membros dos movimentos sociais e educadores que desejam relatar suas experiências. . O evento é organizado pelo Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidades – Diadorim, criado em 2003, vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e de Extensão da Universidade do Estado da Bahia. A equipe de pesquisadores inseridos ao Núcleo Diadorim define seus estudos em área multidisciplinar e vem trabalhando com os temas relativos a gênero e sexualidades na UNEB.

 
Os eixos temáticos do seminário são:
1.Saúde, reprodução e direitos sexuais

2.Migrações e Turismo

3. Literatura, Comunicação e Mídia

4. Raça e Etnicidade

5.Identidades de Gênero e Identidades Sexuais

6.Movimentos Sociais e Políticas Públicas

 

Suely Aldir Messeder

Published in: on 07/03/2009 at 11:51  Deixe um comentário  
Tags: , , ,