Combate à violência contra a mulher ganha reforço

Delegacia da Mulher será ampliada e conta agora com Núcleo de Sexologia Forense do IML. Medidas foram anunciadas em homenagem aos três anos da Lei Maria da Penha

O combate à violência contra a mulher ganhou reforço no dia em que a Lei Maria da Penha, criada em 2006, completou três anos de vigência. Nesta quinta-feira (29), a Secretaria de Segurança anunciou medidas que irão ampliar e humanizar o atendimento em todo o DF às vítimas de agressões e maus tratos. Entre as novas ações estão a ampliação da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), o uso de uma unidade móvel de atendimento, a criação do Núcleo de Sexologia Forense do Instituto Médico Legal (IML), distribuição de kits de crise e 150 mil cartilhas do projeto Brasília Mulher Segura. 

A delegada-chefe da DEAM, Sandra Gomes , disse que as medidas pretendem levar mais esclarecimento à sociedade e diminuir o número de casos, que se mantiveram estáveis desde a aprovação da lei – média de 3,6 mil ocorrências por ano. Segundo ela, apesar de as estatísticas não terem aumentado, o trabalho da polícia será reforçada com o objetivo de reverter o quadro. 

O governador José Roberto Arruda destacou que o reforço da campanha deverá trazer resultados positivos no futuro ao atuar não somente na repressão, mas também na prevenção. “É preciso que haja uma mudança cultural para que o problema seja extinto. Uma campanha tão abrangente como esta poderá ajudar a mudar a visão que algumas pessoas têm sobre a violência contra a mulher, que é uma covardia”, salientou. , e não somente no de combate à violência contar a violência 

Reforço e humanização 

O atendimento à vítima e a campanha de prevenção foi ampliada com a chegada de uma unidade móvel, que irá percorrer todas as cidades do DF a partir desta semana. A van, doada pelo Ministério da Justiça por meio do Programa Nacional de Segurança Pública (Pronasci), é equipada para fazer o todo o atendimento policial. O veículo possui sistema integrado com as demais delegacias e poderá registrar ocorrências sem que a vítima precise se deslocar da cidade onde mora. 

“Muitas vezes a mulher não têm dinheiro para ir ao Plano Piloto ou sente impotente ao ter de se deslocar até o Plano para registrar a ocorrência. Agora isso muda um pouco e ainda ajuda a reprimir o abuso de alguns algozes”, afirma a delegada. 

Outra novidade no atendimento será o Núcleo de Sexologia Forense. Agora, as vítimas terão atendimento exclusivo quando tiverem de fazer o exame de corpo de delito. Após o procedimento, elas receberão um kit com toalha, calça, camisa e itens de higiene. Com isso, elas poderão deixar com a polícia o traje que vestiam na hora da agressão, que poderão servir como provas na investigação e no processo judicial. 

Duas cartilhas contendo informações sobre a campanha começam a entrar em circulação em todo o DF. Além de incentivar a denúncia contra os abusos, o material trás orientações sobre como se proteger e proceder em caso de violência.

Serviço:

PCDF: 197

Deam: 3442-4300
Fonte:Agência Brasília

Publicado on 03/11/2009 at 22:25  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://sapatariadf.wordpress.com/combate-a-violencia-contra-a-mulher-ganha-reforco/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: